Posts Tagged ‘iniciativa’

Precisamos mais disso

maio 13, 2011

Um grupo de alunos liderado pelo Prof.: Cândido Oswaldo de Moura decidiram montar um satélite. Isso mesmo. Alunos, na faixa etária de 11 anos, juntamente com o professor de matemática, decidiram montar um picosatélite (satélites menores que 1kg). A idéia é estimular o gosto pela área.

Fantástico!!  Parabéns ao professor, aos comerciantes que ajudam o projeto, ao INPE que apóia a inciaitiva.

É disso que precisamos meus amigos!! INICIATIVA.

UBATUBASAT

E eu achava que pensava grande…

DC

Anúncios

Blog Inspiração Coletiva

março 11, 2011

Pesquisando na blogosfera encontrei o Blog Inspiração Coletiva. Um Blog empresarial da Brastemp que tem como motivação inspirar as pessoas a olhar a vida de outra maneira.

Como os leitores desse blog sabem, essa é a proposta desse espaço.  Decidi ocupar o espaço das sextas-feiras (que estava bastante difícil manter atualizado) com um post deste Blog, obviamente fazendo todas as referências dos seus autores.

Nessa semana ocorreu o Dia Internacional da Mulher e este Blog esqueceu de fazer sua menção honrosa. Esqueceu até agora! Como primeiro post dessa nova coluna, transcrevo o post sobre uma mulher de ação! Mas primeiro colocarei aqui a descrição da proposta do Blog Inspiração Coletiva.

Que tal enxergar a vida de um jeito fora do óbvio? Assim é o Blog Inspiração Coletiva, um canal para inspirar as pessoas a olharem a vida de uma outra maneira.
Não importa o tema: seja arquitetura, gastronomia, atualidades, cultura ou qualquer outro assunto,
aqui você vai participar e ver tudo de um jeito diferente com as inspirações dos novos colaboradores: Helio de La Pena, Raphael Despirite, Pedro Tourinho e João Armentano.
Ah, e Fernanda Torres, Sarah Oliveira, Rosana Hermann, Henrique Fogaça e Arthur Casas continuam inspirando com posts às sextas-feiras.
Inspire-se no Blog Inspiração Coletiva. Porque inspiração muda tudo. E a vida fica assiiim… uma Brastemp.

Parabéns Brastemp pela iniciativa. DC

Inspiração em cor de rosa

Por Editor Brastemp

“As árvores foram parte essencial de minha vida e me ensinaram muitas lições. Elas são símbolos vivos de paz e esperança. Uma árvore tem suas raízes no chão e, mesmo assim, ergue-se para o céu. Ela nos diz que, para ter qualquer aspiração, precisamos estar bem assentados e que, por mais alto que possamos chegar, é de nossas raízes que tiramos nossa base de sustentação”. Wangari Maathai, bióloga queniana, sabe como ninguém o significado de ser mulher. E no sentido mais amplo da palavra, pois é uma mulher da África. Wangari contou, por meio de sua autobiografia Inabalável, a história de um continente em transição e de um um país colonial com raízes arraigadas, que sofreu mudanças drásticas com a globalização, tanto na identidade de seu povo, quanto no meio-ambiente.

Terceira de uma família de seis filhos, e a primeira menina depois de dois garotos,  a bióloga é mãe de três filhos e vencedora do Prêmio Nobel da Paz de 2004. Primeira mulher africana a receber o prêmio, Wangari foi agraciada por inspirar o mundo na luta pelos direito democráticos e também pelo combate ao desmatamento. Seus projetos tem encorajado as mulheres de todo o globo a buscar uma condição de vida mais digna, a se superarem.

Na década de 1970, ela fundou um movimento batizado de Cinturão Verde, no Quênia, para proteger a biodiversidade e promover a sustentabilidade em seu país. O projeto criou empregos nas áreas rurais e foi transformador na vida de milhares de mulheres, que foram inseridas no mercado de trabalho. Por meio das ideias e da luta desta mulher inspiradora, mais de 30 milhões de árvores foram plantadas na África. Sua trajetória de superação se estendeu para diversos pilares. “Quando se começa a trabalhar seriamente em temas ambientais, a arena passa a ser os direitos humanos, os direitos das mulheres, os direitos ambientalistas, os direitos das crianças “, explicou a bióloga, demostrando seu desejo de abraçar o mundo, como uma mãe carinhosa.

Apesar da carapaça que todo grande revolucionário carrega, Wangari é mulher de verdade. Já se apaixonou, sofreu por amor, sonhou um planeta melhor para seus filhos. Celebramos hoje o Dia Internacional da Mulher com a certeza de que o mundo precisa de mais ternura.

Obrigado Rosana, Sarah e Fernanda, nossas mulheres inspiradoras, por colorirem este blog com seus olhares ímpares e tão femininos.

E a nossa homenagem é para todas as mulheres, que no seu dia a dia tem feito uma revolução pessoal, ensinando quem está ao seu redor a olhar a vida de um jeito diferente.

A violência social no Brasil, por quem vive o problema

maio 15, 2010

Encontrei no blog da Adriana Carraca, do Estadão, a dica do site Veneno Antídoto, lançado em 6 de maio e idealizado por José Júnior, do Afroreggae, e pelo diretor de cinema Estevão Ciavatta. O site traz 40 entrevistas com pessoas afetadas diretamente por diferentes tipos de violência social no Brasil. No Blog sugere começar a leitura pela entrevista de Marcelino Pereira de Souza, agricultor de Xinguara, no PA. O projeto é parte da programação do Antídoto – Mostra de Ações Culturais em Zonas de Conflito, uma iniciativa maravilhosa promovida todos os anos pelo Itaú Cultural e Afroreggae, com apresentações e debates dos quais eu tenho a honra de participar desde o ano passado. Nessa edição, o seminário traz gente boa do Congo, México, Paquistão, Reino Unido, Serra Leoa e Zâmbia, além do Brasil. Confira a programação aqui.