Os cinco saberes do pensamento complexo

Seguindo a temática “Pensamento Complexo”, deixo aqui dois fragmentos, escolhidos por mim, do texto “OS CINCO SABERES DO PENSAMENTO COMPLEXO (Pontos de encontro entre as obras de Edgar Morin, Fernando Pessoa e outros escritores)” de Humberto Mariotti. Eles são do início do texto, mas que a mim introduziram o assunto e me instigou a ler até o fim. Espero que aconteça com vocês.

“A obra de Edgar Morin está entre os pontos altos desse empreendimento. Em especial, destaca-se a sua mais importante concepção epistemológica, o pensamento complexo. Nele não predomina o raciocínio fragmentador (o modelo mental binário do “ou/ou”: ou amigo ou inimigo; ou bem ou mal; ou certo ou errado; ou ocidente ou oriente etc.). Tampouco prevalece o utopismo da primazia do todo — o sistemismo reducionista.”

“Assim Morin denomina o pensamento complexo: o pensamento do abraço. Eis por que proponho, neste texto, falar sobre o que chamo de cinco saberes do pensamento complexo: saber ver, saber esperar, saber conversar, saber amar e saber abraçar. Todos estão inter-relacionados,
abraçados, e por isso dependem uns dos outros para ser vividos em sua plenitude.”

Engraçado que não tem nenhuma área do conhecimento humano nesses 5 saberes, tais como filosofia, matemática, física… O pensamento complexo é uma outra forma de ver o mundo. E os instrumentos são esses aqui: saber ver, saber esperar, conversar, amar e abraçar.

O link para o texto está aqui.

Sds,

DC

Tags:

Uma resposta to “Os cinco saberes do pensamento complexo”

  1. kourtnie Says:

    your good

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: