Arte para pensar

Iniciamos hoje as provocações através da arte. Não poderíamos deixar de falar sobre o quadro mais famoso. A Mona Lisa, la Gioconda, de Da Vinci. Encontrei essa explicação na internet e julguei interessante para falar dos pontos principais do quadro. Fonte. Outras explicações podem ser acessadas no wikipedia.

Mona Lisa (também conhecida como a Monna Lisa; Italiano : La Gioconda; Francês : La Joconde), é uma pintura feita pelo artista italiano Leonardo da Vinci mostrando uma mulher com uma expressão introspectiva, ligeiramente sorridente. É provavelmente o retrato mais famoso na história da arte. Poucos outros trabalhos de arte são assim comemorados ou reproduzidos. Leonardo começou o retrato em 1503 e terminou-o três ou quatro anos mais tarde. A pintura a óleo em madeira exposta agora no Museu do Louvre em Paris é a maior atração do museu. O quadro só deixou o Louvre em duas ocasiões: em 1963, quando foi levado para uma exposição nos EUA e em 1974, quando foi exibido no Japão.

Proporção Áurea

Da Vinci a chamava: Divina Proporção e a usou em muitos de seus trabalhos. Na Mona Lisa observa-se a proporção Áurea em várias situações. Por exemplo, ao construir um retângulo em torno de seu rosto, veremos que este possui a proporção do retângulo Áureo. Podemos também subdividir este retângulo usando a linha dos olhos para traçar uma reta horizontal e ter de novo a proporção Áurea. Podemos continuar a explorar tal proporção em várias outras partes do corpo. Artistas têm usado a razão de ouro (medida de Ouro) em trabalhos de pintura e arte. Os trabalhos de Seurat e Mondrian mostram estas relações matemáticas.

Pessoa Retratada

Não se sabe até hoje quem é a pessoa retratada no quadro. As teorias sugerem que se trata do retrato de:

Isabelle de Este, membro da nobreza que governava a província de Mantova ;
..uma amante do nobre italiano Giuliano di Medici ;
. a idealização da “mulher ideal”, segundo da Vinci ;
..um rapaz adolescente vestido de mulher ;
..um auto-retrato

A Paisagem

Um modelo feito em computador ajudou a desvendar um dos mistérios que cerca o quadro Mona Lisa. Dois cientistas italianos disseram ter identificado a paisagem que serviu de fundo para a tela de Leonardo Da Vinci. Segundo os criadores do modelo computadorizado, a paisagem seria a vista do vilarejo de Ponte Buriano, perto do Rio Arno (o mesmo que atravessa Florença) e da cidade de Arezzo, na Toscana.

O paleontólogo Carlo Starnazzi e o especialista em computação Claudio Sartori sempre foram apaixonados pela obra de Da Vinci. Depois de quatro anos de simulações computadorizadas, eles acreditam ter descoberto o lugar que inspirou o artista. Para chegar a sua conclusão, eles misturaram e alteraram no computador imagens (fotos atuais e pinturas antigas) de vários pontos da Toscana. As alterações foram feitas para simular como seria a paisagem na época em que Da Vinci pintou o quadro (entre 1503 e 1506).

Segundo eles, a descoberta foi comprovada pelo exame da perspectiva área de Ponte Buriano, além da análise orográfica (estudo das montanhas) da região. Os dois estudiosos disseram que Da Vinci pintou a paisagem avistada do Castelo de Quarata – que não existe mais – a uma altura de 70 metros. O modelo computadorizado chegou ao requinte de indicar que o artista estaria a 2,3 quilometros da curva do Canal de Chiana, que desemboca no Arno. Eles identificaram sete pontos geográficos coincidentes entre o lugar e a pintura de Da Vinci. Segundo relatos da época, o artista teria estado na região de Arezzo entre junho e julho de 1502, acompanhando a comitiva de um nobre italiano.

O sorriso

O mistério do sorriso da Mona Lisa parece enfim ter sido decifrado. Pesquisa realizada pela professora Margaret Livingstone – de Harvard – sobre os mecanismos da visão demonstra que Da Vinci pintou o sorriso da Mona Lisa usando sombras que vemos muito melhor com nossa visão periférica e é por isso que ao apreciar a obra temos a impressão do sorriso que aparece e desaparece. Segundo ela, Mona Lisa sorri quando miramos qualquer parte do quadro que deixe seus lábios no campo de nossa visão periférica.

Viu qantas coisas estão implícitas nas cores e formas dessa obra? E o uso dos sentidos? Visão, visão periférica… O uso de conhecimentos ( proporção ), memórias ou a imaginação (nunca fui na Itália, então imagino o ambiente citado nas explicações do quadro, mas para quem foi, pode remeter a uma boa memória de viagem)…

Não precisamos ter um curso de artes para poder se beneficiar das artes. Basta deixarmos o lado pensador, provocador, questionador vir à tona e se fazer perguntas, além de nos atentarmos para os detalhes, é claro.

Há outras perguntas que podemos fazer ao apreciar um quadro desses. Você tem alguma pergunta?

Um grande abraço,

DC

Observação: Segue a explicação da proporção áurea.

Na obra 1.618, o artista plástico Antonio Peticov reproduziu a formação de um caramujo, o Nautilus marinho. A constituição da espiral do caramujo segue à risca a seqüência do “retângulo de ouro”, cuja razão entre seus lados deve ser ou tender a 1,618. Os gregos da antiguidade já consideravam mais agradáveis e belos os retângulos que estivessem numa proporção que ficou conhecida como Áurea. A fachada do templo Parthenon, toda organizada segundo a razão de ouro, revela a preocupação em realizar uma obra de extrema harmonia. Tomando a famosa Mona Lisa de Leonardo da Vinci, e construindo um retângulo em torno de seu rosto, veremos que está na proporção Áurea; subdividindo o retângulo na linha dos olhos, teremos a mesma proporção; e assim em várias partes do corpo. “Essa proporcionalidade causa no observador a sensação de harmonia e equilíbrio, sejam composições arquitetônicas, escultóricas ou pictóricas”. diz Fernanda Massagardi, aluna do Instituto de Artes da Unicamp.

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: