Games violentos

Encontrei uma matéria da Reuters sobre jogar games violentos. Olha a notícia:

” Os videogames violentos podem intensificar a agressividade e hostilidade de alguns jogadores, mas também podem beneficiar outros ao aperfeiçoar suas capacidades visuais e espaciais e melhorar sua capacidade de contato social, segundo cientistas.

Em uma edição especial da Review of General Psychology, publicada pela Associação Americana de Psicologia, pesquisadores afirmam que os jogos também podem ajudar a controlar o diabetes e a dor, e funcionam como complemento para a psicoterapia.

“Videogames violentos são como manteiga de amendoim”, disse Christopher J. Ferguson, da Texas A&M International University. “Inofensivos para a vasta maioria das crianças mas prejudiciais para uma pequena minoria com problemas de personalidade ou saúde mental pré-existentes.”

Ele acrescentou que os estudos haviam revelado que jogos violentos não haviam criado uma geração de jovens violentos.

“Pesquisas recentes demonstraram que, com o avanço na popularidade dos videogames, as crianças dos Estados Unidos e da Europa mostram menos problemas de comportamento, são menos violentas e se saem melhor nos testes escolares padronizados,” disse Ferguson, editor convidado da publicação.

Patrick Markey, da Villanova University, na Pensilvânia, constatou em um estudo com 118 adolescentes que certos traços de personalidade podem servir para prever que crianças sofrerão influência negativa dos videogames.

Se alguém se irrita, deprime ou zanga facilmente, ou é indiferente aos sentimentos alheios, viola as regras e não cumpre promessas, a probabilidade de que seja hostil depois de jogar videogames violentos é maior. “As pessoas negativamente afetadas são aquelas com disposição pré-existentes que as tornam suscetíveis a mídias violentas como essa.”

Mas em nota mais positiva, Pamela Kato, do University Medical Center de Utrecht, Holanda, demonstrou em sua pesquisa que jogos especialmente planejados podem ajudar a prevenir ataques de asma e facilitar o combate à dor e o tratamento do diabetes.

T. Atilla Ceranoglu, do Massachusetts General Hospital, em Boston, descobriu em uma revisão de trabalhos de pesquisa que os videogames também podem ser usados na avaliação psicológica de crianças e adolescentes.” Por Reuters.

Saber que os games violentos não produzem tantos efeitos negativos assim, de certa parte, é uma informação boa. No entanto, não podemos olhar isso como o fim da questão. A questão centra-se então no seleto grupo de pessoas com a inclinação psicológica de ser violentas. Apesar de ser em menor número,  as consequências são preocupantes.

Agora, uma pergunta: Por que a violência gratuita nesses jogos? Estimular a competitividade, que é constante nesse mundo moderno? Acho que podemos desenvolver a competitividade saudável de outra forma, por outros caminhos.

A presença da violência em nossa vida é fato. Dependíamos de respostas violentas para sobreviver. “Ou mato ou morro!” (para alguns ou corre PRO MATO, ou corre PRO MORRO), “olho por olho, dente por dente.”

Já ví, e joguei, games violentos. E nem por isso me tornei uma pessoa violenta. Isso corrobora com o resultado da pesquisa. Porém acredito que se tivesse jogado games que estimulassem a cooperação (já ví anúncios de games que criam uma situação de catástrofe natural e o objetivo do jogador é fazer chegar socorro e recolher as vítimas) ou games que criassem uma realidade empresarial ( o desafio sebrae é um grande exemplo disso!) iria ter competências que não tenho hoje. Mas isso não quer dizer que eu saiba matar!

Quero dizer que, apesar da violência ser presente em nossa vida, acredito que temos “civilidade” suficiente para demandar jogos melhores, que estimulem coisas positivas nas pessoas. Imaginem só games com o apoio dos pais para comprá-los. O mercado pode ser mais promissor do que ja é. Não acham?

Fica a provocação.

Saudações,

DC

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: