Você dá valor a que?

Foi divulgado recentemente uma pesquisa da ONU – PNUD a respeito da percepção dos valores pelos brasileiros. Ainda não consegui a publicação completa, porém encontrei um quadro resumo de algumas informações interessantes.

Há algumas informações interessantes…

  • A família está relacionada como responsável por passar os valores. Essa é uma instituição que está muito fragilizada no momento, tanto que a prórpia ONU tem como unidade básica de atuação a própria família;

Para agregar valor a minha provocação, coloco também aqui alguns cartoon criados por Quino, autor de “Mafalda”.








É de suma importância um trabalho extensivo e exaustivo sobre essa questão de herança imaterial que é passada de geração em geração. Como queremos ver a nova geração sem certos hábitos, se nós mesmos os cultivamos? É isso que queremos passar para as próximas gerações? O dinheiro como Deus, a nudez explícita e sexo banalizado como característica cultural do brasileiro? O país do Oba-Oba?

Provoco os leitores.

Abraços,

DC

Anúncios

Tags: , , ,

Uma resposta to “Você dá valor a que?”

  1. Juliana Says:

    Daniel, muito me chamou a atenção esses resultados, principalmente no que tange ao valor “bem estar dos Outros e da humanidade”. A contar pelo fato do número maior de pessoas estar concentradas nas regiões Sudeste e Sul, me incomodou saber q essas regiões prezam mais por isso e são, na verdade, cada vez mais ilhas: ilhas territoriais e ilhas de indivíduos. Todas as vezes que tive contato com nordestinos as relações pessoais foram muito mais próximas e amistosas, sempre surgiram convites de visita em casa, ainda que não me conhecessem bem. Num primeiro estalo, até sem muita análise crítica me surgiu aquela lógica da distância entre a prática e a teoria e no caso do sul e do sudeste me pareceu isso, ou seja, eles prezam mais por isso que acham que deveriam fazer, mas não fazem…Meu sentimento e as minhas percepções disso dizem que os nordestinos, devido até a história de luta e exclusão maior por parte das lideranças desse país são mais mais parceiros e coletivos, à ponto ~de “o bem estar da humanidade e dos outro” não se fazer assim tão presente a ponto de ser considerado como uma coisa a ser feita…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: